As 10 armas mais bizarras inventadas pelo homem.

Escrito por Pablo Peixoto em 29.01.2014

Armas. Engenhosas ferramentas fabricadas pelo homem para obrigar outros homens a fazer suas vontades na base da porrada. Durante séculos planejando cuidadosamente como matar mais e melhor seu semelhante a humanidade produziu também diversas armas curisas e bizarras, vamos ver algumas bem interessantes:

Cassetetes Maori

O Maori foi criado na Nova Zelândia. Esse invento de aparência simples era feito de jade e considerado pela tribo uma arma sagrada. Eles davam seus próprios nomes para seus cassetetes que eram passados geração em geração. Os Maori acreditavam que eles continham a sua própria mana (poder espiritual).

PRÓS: Buraquinho para colocar no chaveiro

CONTRAS: Depois de uma batalha ficava tão sujo de sangue que não dava para usar pra passar patê na torradinha.

Espadas curvas

Essas estranhas espadas eram usadas pelos monges de Shaolin na China. Elas eram forjados em forma de gancho, de modo que o proprietário poderia combiná-las e usar como uma só. A manopla em forma de crescente ajudava a bloquear socos e, literalmente, ferrar as mãos do oponente. A parte ponteaguda da empunhadura era afiada para atacar o inimigo de perto. O comprimento desta espada variava entre  121 e 118 centímetros.

PRÓS: 3 armas em uma só.

CONTRAS: Se na hora de sacar ela ficasse presa na sua calça, fudeu.

Kpinga

A Kpinga era uma espécie de arma de arremesso usada por guerreiros da tribo Azanda. Eles viviam na Núbia, região africana que inclui o norte e o sul do Sudão até o Egito. Esta faca tinha entre 55 e 88 centímetros e tinha 3 lâminas com base no centro. Uma curiosidade,  a parte mais próxima à empunha tinha uma forma dos órgãos genitais masculinos que representavam a masculinidade de seu proprietário. Seus design aumenta as chances tanto quanto possível para ferir o inimigo no contato. Em outras palavras, onde essa belezinha bater em você, te ferra.

PRÓS: O verdadeiro caralhinho voador.

CONTRAS: Se você errar o arremesso e seu adversário vier pra cima de você,  você está literalmente capado.

Makuauitl

Trata-se de uma vara de madeira pesada, munida em ambos os lados com pontas cortantes. não poderia ser usada como uma arma de esfaqueamento no entanto, causava um belo estrago combinando concussão e corte. Eram feitas de uma tronco de árvore maciço e poderiam facilmente nocautear uma pessoa, de modo que os astecas poderiam capturar um membro de uma tribo inimiga para os seus sacrifícios.

PRÓS: Pode ser usada como decoração na sua parede.

CONTRAS: Fica brega na sua parede.

Skissor

Esta arma de aparência estranha foi usada no combate de gladiadores no Império Romano. A cavidade metálica da base tornava mais fácil os contra-ataques rápidos e de curta distância. A Skissor era feita de aço sólido e tinha por volta de 45 cm de comprimento.

PRÓS: Maneiro pra abrir  massa de pizza.

CONTRAS: Na época da sua utilização, os italianos ainda não sabiam fazer pizza.

Chakras

Lembra da Xena? Esta arma era uma espécie de Frisbee do inferno. Este círculo de metal de aproximadamente 30 cm de diâmetro, tinha suas bordas muito afiadas podiam facilmente cortar um braço ou uma perna. Esta arma teria aparecido na Índia, onde foi usada pelos Sikhs mais influentes. A maneira de jogar a chakrama era girando o aro em seu dedo indicador, e então abruptamente liberava a arma contrao inimigo. O interessante é que ela geralmente caia verticalmente e não horizontalmente. Ou seja, sai de baixo.

PRÓS: Fica maneiro na roda do carro

CONTRAS: Se você estiver com um cão de batalha, pode ficar sem ele.

Chu Ko Nu

Esta era uma engenhosa arma chinesa, que poderia ser considerada a progenitora de um rifle automático. Tratava-se de uma besta de madeira com um compartimento para 10 setas, que eram recarregadas recolhendo o braço triangular após cada tiro. Foi usada pela última vez na Guerra Sino-Japonesa de 1894-1895, já após o aparecimento das armas de fogo. Em média, a Chu Ko  disparava suas 10 flechas em 15 segundos. Comparada com a recarga tradicional de arcos e bestas, foi uma grande conquista.

PRÓS: Para mais danos, as flechas poderiam ser molhadas com veneno da flor de acônito.

CONTRAS: Só 10 chances até o inimigo chegar até você com uma espada gigante.

Colméia

Mais uma dos chineses. Tratava-se  era um recipiente de madeira cheio de tubos em forma de um hexágono, que, quando visto de frente, pareciam um favo de mel. Dentro de cada tubo era colocada uma seta. Era possível disparar até 32 flechas ao mesmo tempo, impulsionadas por uma explosão de pólvora negra. Os exércitos chineses disparavam milhares destes enxames em uma só bateria, que chegavam a distância de cinco campos de futebol.

PRÓS: Se seu número de chineses não são problema, talvez você tenha uma chance

CONTRAS: Se o número de chineses do adversário não for problema, talvez você tenha problemas.

Qatar

Esta arma indiana cera uma espécie de predecessora das famosas garras do Wolverine. À primeira vista, o Qatar – é uma faca  acoplada no pulso, mas se o usuário pressionar a alavanca na empunhadura elas se abrem em três lâminas afiadas. O trio não só forneciam mais dano e ajudavam a bloquear ataques, como também para intimidavam o inimigo. A Qatar era capaz de cortar qualquer tipo de armadura asiática da época.

PRÓS: Faz sucesso em festas de cosplay.

CONTRAS: Não eram feitas de adamantium

Chuang

Mais uma arma chinesa. Tratava-se de um bastão na forma de  pata com garras, que poderiam facilmente rasgar pedaços da carne do corpo. Um Chuang bastante pesado poderia  suficiente matar o inimigo, mas com garras ele que parecia ainda mais aterrorizante. Se fosse utilizado por um guerreiro experiente, poderia derrubar um soldado de seu cavalo. Mas o objetivo principal da arma era arrancar escudos das mãos de inimigos, deixando-os vulneráveis ​​ao próximo golpe.

PRÓS: Coçar as costas

CONTRAS: dependendo da coceira, poderia arrancar sua espinha fora.

CONHECE UMA ARMA MAIS ABSURDA? COMENTE!

Coisa de: Deadliest