O servidor público e a pornografia no servidor público

Escrito por Pablo Peixoto em 30.06.2011

A uma hora dessas todo mundo já sabe ou está discutindo o caso do analista de TI bahiano que usou servidor público do governo do estado para estocar videos pornográficos e mp3 piratas né? Depois de um começo de boato de que seria uma ação de hackers que teriam plantado as músicas do Restart para queimar o filme do cara, o próprio instituto já apontou que a irregularidade partiu de dentro da casa.

Conclusão: os twitteiros zoaram, os blogueiros espalharam e a imprensa tripudiou.

E como, apesar de sentir pelo cara, não dá pra perder a piada então, vai aí um video relâmpago mostrando como foi o dia seguinte. Tragicômico: